SOBRE NÓS

EXAMES

ACORDOS

CONTACTOS

MARCAÇÃO

Exames


RESSONÂNCIA MAGNÉTICA MAMÁRIA

TAC

TAC CARDÍACO

COLONOSCOPIA VIRTUAL

DENTAL SCAN

MAMOGRAFIA/ECOMAMÁRIA

ECOGRAFIA

ECODOPPLER

OSTEODENSITOMETRIA

RX

ELECTROMIOGRAMA

POTENCIAS EVOCADOS

ELECTROENCEFALOGRAMA

ELECTROCARDIOGRAMA

ECOCARDIOGRAMA

ANÁLISES CLÍNICAS

EXAMES DE INTERVENÇÃO

ELECTROMIOGRAMA


O QUE É?
Electromiografia é literalmente o escrever (registar)
a actividade eléctrica muscular. Quando utilizamos a palavra electromiografia em sentido lato queremos referirmo-nos ao estudo da actividade eléctrica dos músculos e nervos. Quando os músculos estão activos produzem uma corrente eléctrica significativa.
Esta corrente é geralmente proporcional ao nível de actividade muscular.
Uma EMG pode ser útil na detecção de actividade eléctrica muscular anormal, o que pode ocorrer em muitas patologias e condições, sejam elas com sede primariamente no músculo ou secundárias a lesões dos respectivos nervos tributários.
 
 
PORQUÊ REALIZAR UMA EMG?
 
Uma EMG é geralmente requisitada por queixas de diminuição
de força, ou por queixas sensitivas (dor, diminuição, ou perversão da sensibilidade num dado território). Serve igualmente para detectar uma efectiva fraqueza muscular por oposição a uma fraqueza condicionada por dor ou problemas motivacionais, ou ainda secundária a uma lesão do Sistema Nervoso Central.
 
 
COMO SE REALIZA UMA EMG?
 
O processo de realização de uma EMG envolve a inserção de um eléctrodo de agulha (eléctrodo) no músculo a estudar, de forma a medir a actividade eléctrica. Esta actividade
é visualizada num osciloscópio e é também avaliada auditivamente através de um microfone. Dado que os músculos esqueléticos são geralmente extensos, poderá nalguns casos ser necessário a inserção da agulha em mais do que um local de modo a obter uma EMG mais eficaz e informativa. Depois da inserção da agulha e do estudo em repouso,
o paciente é requisitado para contrair o músculo (por exemplo, dobrar a perna ou o braço).
 
 
QUE OUTRO(S) TESTE(S) SÃO EXECUTADOS DURANTE UMA EMG?
 
O estudo das velocidades de condução nervosa constitui um procedimento realizado normalmente numa electromiografia. Neste teste, o nervo é estimulado electricamente
e a resposta é registada através de eléctrodos de registo, numa estrutura-alvo (por exemplo um músculo no caso de determinações da velocidade de condução motora - VCM, ou terminações periféricas sensitivas do nervo no caso de velocidade de condução sensitiva - VCS). O tempo decorrido entre o estimulo e a resposta denomina-se latência. A diferença de latência entre respostas correspondentes a estímulos em diferentes locais do tronco nervoso permite, ao funcionar como divisa da distância entre os dois pontos, calcula
a velocidade de condução do nervo nesse segmento (expressa em m/s). Uma diminuição nesta velocidade pode corresponder a patologia nervosa. As velocidades de condução podem ser usadas para detectar lesões nervosas periféricas (como por exemplo uma polineuropatia, ou compromissos localizados de troncos nervosos periféricos).
A temperatura corporal deve ser mantida constante e a um nível adequado, uma vez que temperaturas baixas podem diminuir a condução nervosa.


Veja aqui todos os tipos de exame



Contatos


Marcações

Segunda a Sexta das 8:30 às 21:00
Tel. 217 22 15 70/71
Análises Clínicas: Segunda a Sexta das 8:00 às 11:00
Exames: Segunda a Sexta das 8:00 às 21:00



Morada

Avenida Columbano Bordalo Pinheiro, nº 11-B, r/c (Junto à Praça de Espanha)
1070- 060 Lisboa

Tel. 217 22 15 70/71

Fale Connosco










Newsletter

Subscreva a newsletter NRD e mantenha-se a par das últimas notícias, novidades e serviços.





Redes Sociais

Acompanhe a NRD nas redes sociais.


   


'A NRD presta um serviço de elevada qualidade e rigor médico e científico, apoiado numa organização disponível para servir, com simpatia e eficiência.'

Maria Silva

TESTEMUNHOS



EXAMES

ANÁLISES CLÍNICAS

COLONOSCOPIA VIRTUAL

DENTAL SCAN

ECOCARDIOGRAMA

ECODOPPLER

ECOGRAFIA

ELECTROCARDIOGRAMA

ELECTROENCEFALOGRAMA

ELECTROMIOGRAMA

EXAMES DE INTERVENÇÃO

MAMOGRAFIA/ECOMAMÁRIA

OSTEODENSITOMETRIA

POTENCIAS EVOCADOS

RESSONÂNCIA MAGNÉTICA MAMÁRIA

RX

TAC

TAC CARDÍACO

MARCAÇÕES

FAZER MARCAÇÃO

PORQUÊ A NRD

TECNOLOGIA

CORPO CLÍNICO

TESTEMUNHOS

ACORDOS

LISTA DE PARCEIROS

CONTACTOS

MORADA E HORÁRIOS

A SUA OPINIÃO

INSTITUCIONAL

POLITICA DA QUALIDADE

2015 © NRD. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

    POLÍTICA DE PRIVACIDADE | TERMOS & CONDIÇÕES

POWERED BY CODEZONE